Notícias

INTERIOR

Após dois anos de luta, Escola Prof. Ribeiro, em Santa Cruz, passará por reforma e ampliação

176

10 Oct 2018

A luta do SINTE/RN em prol da reforma da Escola Estadual Francisco de Assis Dias Ribeiro, de tempo integral, em Santa Cruz, está perto de render o resultado esperado. Na última quarta-feira passada (03/10) a ordem de serviço para início das obras foi assinada pelo governo do Estado. A assinatura aconteceu após dois anos de peleja do Sindicato, direção da escola e comunidade escolar. Isso porque era necessário regularizar questões burocráticas quanto à propriedade do imóvel, que estava com problemas relativos à documentação do terreno.

Mas só a assinatura da ordem de serviço não basta. O SINTE/RN avisa que continuará vigilante e cobrando o início de fato da obra, bem como sua conclusão: “O SINTE reitera que continuará na luta pelos diretos dos trabalhadores em educação, que vai desde melhores condições de trabalho e infraestrutura educacional. Desde já parabenizamos a comunidade escolar pela conquista”, disse a diretora de assuntos jurídicos do SINTE/RN, professora Cristianne Dantas.

SINTE/RN PARTICIPOU DE TODO O PROCESSO DE LUTA PELA REFORMA

Embora tenham tentado, no ato da assinatura da ordem de serviço, omitir a participação do SINTE/RN, os fatos mostram o contrário. O primeiro passo dado pelo SINTE/RN foi articular uma comissão em 2016 e, solicitar uma audiência com o à época secretário de estadual educação, Chagas Fernandes, que se prontificou a incluir a Escola Estadual de Tempo Integral Francisco de Assis Dias Ribeiro na lista de escolas a serem reformadas.

INTERIOR

Após dois anos de luta, Escola Prof. Ribeiro, em Santa Cruz, passará por reforma e ampliação

176

10 Oct 2018

A luta do SINTE/RN em prol da reforma da Escola Estadual Francisco de Assis Dias Ribeiro, de tempo integral, em Santa Cruz, está perto de render o resultado esperado. Na última quarta-feira passada (03/10) a ordem de serviço para início das obras foi assinada pelo governo do Estado. A assinatura aconteceu após dois anos de peleja do Sindicato, direção da escola e comunidade escolar. Isso porque era necessário regularizar questões burocráticas quanto à propriedade do imóvel, que estava com problemas relativos à documentação do terreno.

Mas só a assinatura da ordem de serviço não basta. O SINTE/RN avisa que continuará vigilante e cobrando o início de fato da obra, bem como sua conclusão: “O SINTE reitera que continuará na luta pelos diretos dos trabalhadores em educação, que vai desde melhores condições de trabalho e infraestrutura educacional. Desde já parabenizamos a comunidade escolar pela conquista”, disse a diretora de assuntos jurídicos do SINTE/RN, professora Cristianne Dantas.

SINTE/RN PARTICIPOU DE TODO O PROCESSO DE LUTA PELA REFORMA

Embora tenham tentado, no ato da assinatura da ordem de serviço, omitir a participação do SINTE/RN, os fatos mostram o contrário. O primeiro passo dado pelo SINTE/RN foi articular uma comissão em 2016 e, solicitar uma audiência com o à época secretário de estadual educação, Chagas Fernandes, que se prontificou a incluir a Escola Estadual de Tempo Integral Francisco de Assis Dias Ribeiro na lista de escolas a serem reformadas.

Agenda

Newsletter