Notícias

REDE ESTADUAL

Decisão de Assembleia permite recebimento mais rápido da Ação Pecuniária

1.169

31 Oct 2017

Créditos: Lenilton Lima

A deliberação da assembleia da Rede Estadual de ensino vai permitir o recebimento mais rápido do pagamento da Ação da Pecuniária e Gratificação por Título. Isso porque os professores acataram, na manhã desta terça-feira (31), a impugnação do Estado em 13% dos valores apresentados pela assessoria jurídica do SINTE/RN.

A assessoria jurídica do Sindicato esteve na assembleia e detalhou a situação para a categoria, tirando dúvidas. O assessor jurídico do SINTE/RN, Odilon Garcia, considera a decisão dos trabalhadores em educação acertada, pois não aceitar a impugnação iria acarretar em uma maior demora na resolução da Ação, resultando em um maior atraso no recebimento do dinheiro:  “Com esse posicionamento, os cálculos serão homologados com uma maior brevidade possível”, afirmou o assessor jurídico.

ASSEMBLEIA TRATOU DA PARALISAÇÃO DO DIA 10/11 E DE OUTRAS DEMANDAS

A assembleia também pautou a paralisação nacional agendada para 10 de novembro, encampada pelas principais centrais sindicais do país, entre elas a CUT. O dia nacional de lutas objetiva barrar as reformas do governo Temer e qualquer retirada de direito da classe trabalhadora. A agenda local será definida nesta semana pelo Fórum dos Servidores e as secções das centrais.

Os trabalhadores discutiram ainda acerca da unificação da luta dos servidores contra o pacote fiscal do governo Robinson, que prejudica os trabalhadores, matando as carreiras e achatando salários. Criticaram duramente as precariedades do modelo de ensino integral e semi-integral que vem sendo implementado pela SEEC nas escolas de Natal e do interior, onde professores sofrem com a falta de valorização ao mesmo tempo que, juntamente com os alunos, amargam a falta de infraestrutura.

REDE ESTADUAL

Decisão de Assembleia permite recebimento mais rápido da Ação Pecuniária

1.169

31 Oct 2017

Créditos: Lenilton Lima

A deliberação da assembleia da Rede Estadual de ensino vai permitir o recebimento mais rápido do pagamento da Ação da Pecuniária e Gratificação por Título. Isso porque os professores acataram, na manhã desta terça-feira (31), a impugnação do Estado em 13% dos valores apresentados pela assessoria jurídica do SINTE/RN.

A assessoria jurídica do Sindicato esteve na assembleia e detalhou a situação para a categoria, tirando dúvidas. O assessor jurídico do SINTE/RN, Odilon Garcia, considera a decisão dos trabalhadores em educação acertada, pois não aceitar a impugnação iria acarretar em uma maior demora na resolução da Ação, resultando em um maior atraso no recebimento do dinheiro:  “Com esse posicionamento, os cálculos serão homologados com uma maior brevidade possível”, afirmou o assessor jurídico.

ASSEMBLEIA TRATOU DA PARALISAÇÃO DO DIA 10/11 E DE OUTRAS DEMANDAS

A assembleia também pautou a paralisação nacional agendada para 10 de novembro, encampada pelas principais centrais sindicais do país, entre elas a CUT. O dia nacional de lutas objetiva barrar as reformas do governo Temer e qualquer retirada de direito da classe trabalhadora. A agenda local será definida nesta semana pelo Fórum dos Servidores e as secções das centrais.

Os trabalhadores discutiram ainda acerca da unificação da luta dos servidores contra o pacote fiscal do governo Robinson, que prejudica os trabalhadores, matando as carreiras e achatando salários. Criticaram duramente as precariedades do modelo de ensino integral e semi-integral que vem sendo implementado pela SEEC nas escolas de Natal e do interior, onde professores sofrem com a falta de valorização ao mesmo tempo que, juntamente com os alunos, amargam a falta de infraestrutura.

Agenda

Newsletter