Notícias

NATAL

Prefeitura mantém proposta para pagar o Piso e educadores de Natal continuam em greve

854

9 May 2018

Créditos: Lenilton Lima

Os educadores de Natal continuam em greve. A decisão foi tomada em assembleia na tarde desta quarta-feira (09/05), na ASSEN. A categoria continua em greve porque a Prefeitura, conforme anunciou a Secretária Justina Iva em audiência com o SINTE nesta terça (09), está mantendo a proposta que fez mês passado para pagar o Piso Salarial 2018.

O prefeito Alvaro Dias quer pagar os 6,81% do Piso Salarial no mês de junho e pagar o retroativo em 12 vezes, de janeiro a dezembro de 2019. Essa proposta já foi rechaçada pelos educadores da capital em assembleias realizadas nos dias 30 de abril, 04 de maio e nesta quarta, 09 de maio.  

“A categoria não engole a divisão do retroativo em 12 vezes em 2019, porque o Prefeito está desobedecendo uma lei municipal, de 2013, e uma lei federal, de 2008. Portanto, a greve continua”, afirmou o coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira.

A categoria está em greve desde 21 de março. Os profissionais, além do pagamento do Piso, exigem melhores condições de trabalho, reformas nas escolas e CMEIs, pagamento de direitos negados e outros pontos. Ao todo a pauta tem 37 reivindicações.

NOVA ASSEMBLEIA FOI MARCADA PARA 16 DE MAIO

Uma nova assembleia dos educadores de Natal foi marcada para 16 de maio, às 8h, na ASSEN.

Ficou definido que comando de greve da capital se reunirá na manhã desta sexta-feira (11).

NATAL

Prefeitura mantém proposta para pagar o Piso e educadores de Natal continuam em greve

854

9 May 2018

Créditos: Lenilton Lima

Os educadores de Natal continuam em greve. A decisão foi tomada em assembleia na tarde desta quarta-feira (09/05), na ASSEN. A categoria continua em greve porque a Prefeitura, conforme anunciou a Secretária Justina Iva em audiência com o SINTE nesta terça (09), está mantendo a proposta que fez mês passado para pagar o Piso Salarial 2018.

O prefeito Alvaro Dias quer pagar os 6,81% do Piso Salarial no mês de junho e pagar o retroativo em 12 vezes, de janeiro a dezembro de 2019. Essa proposta já foi rechaçada pelos educadores da capital em assembleias realizadas nos dias 30 de abril, 04 de maio e nesta quarta, 09 de maio.  

“A categoria não engole a divisão do retroativo em 12 vezes em 2019, porque o Prefeito está desobedecendo uma lei municipal, de 2013, e uma lei federal, de 2008. Portanto, a greve continua”, afirmou o coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira.

A categoria está em greve desde 21 de março. Os profissionais, além do pagamento do Piso, exigem melhores condições de trabalho, reformas nas escolas e CMEIs, pagamento de direitos negados e outros pontos. Ao todo a pauta tem 37 reivindicações.

NOVA ASSEMBLEIA FOI MARCADA PARA 16 DE MAIO

Uma nova assembleia dos educadores de Natal foi marcada para 16 de maio, às 8h, na ASSEN.

Ficou definido que comando de greve da capital se reunirá na manhã desta sexta-feira (11).

Agenda

Newsletter