Notícias

LUTA

Pressão dos servidores barra votação do PL que propõe o aumento da alíquota previdenciária

671

13 Dec 2017

Créditos: Lenilton Lima

A pressão dos servidores estaduais, que lotaram as galerias da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (13/12), barrou a votação projeto que propõe o aumento da alíquota previdenciária, de 11% para 14%. Visivelmente constrangidos com a matéria e a pressão dos trabalhadores, os deputados resolveram retirar o PL da alíquota da pauta do dia.

2

O deputado Fernando Mineiro, que é contrário ao projeto, defendeu a retirada do PL e afirmou: “É curioso que, sempre quando se tem uma crise, o governo quer que os servidores salvem o Estado, paguem a conta. Curioso isso, não é mesmo?”.

O coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira, exltou a força dos trabalhadores: “Os servidores estão de parabéns, pois demonstraram força e se fizeram presentes na Assembleia para pressionar os deputados”.

Teixeira alerta que, embora retirado da pauta da sessão desta quarta (13), o projeto poderá voltar ao plenário nos próximos dias: “Não podemos cochilar. Temos que ficar vigilantes, atentos e unidos para, de uma vez por todas, barrar este projeto da alíquota que tão somente serve para engordar os cofres do Estado e penalizar ainda mais os servidores”.

3

 

LUTA

Pressão dos servidores barra votação do PL que propõe o aumento da alíquota previdenciária

671

13 Dec 2017

Créditos: Lenilton Lima

A pressão dos servidores estaduais, que lotaram as galerias da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (13/12), barrou a votação projeto que propõe o aumento da alíquota previdenciária, de 11% para 14%. Visivelmente constrangidos com a matéria e a pressão dos trabalhadores, os deputados resolveram retirar o PL da alíquota da pauta do dia.

2

O deputado Fernando Mineiro, que é contrário ao projeto, defendeu a retirada do PL e afirmou: “É curioso que, sempre quando se tem uma crise, o governo quer que os servidores salvem o Estado, paguem a conta. Curioso isso, não é mesmo?”.

O coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira, exltou a força dos trabalhadores: “Os servidores estão de parabéns, pois demonstraram força e se fizeram presentes na Assembleia para pressionar os deputados”.

Teixeira alerta que, embora retirado da pauta da sessão desta quarta (13), o projeto poderá voltar ao plenário nos próximos dias: “Não podemos cochilar. Temos que ficar vigilantes, atentos e unidos para, de uma vez por todas, barrar este projeto da alíquota que tão somente serve para engordar os cofres do Estado e penalizar ainda mais os servidores”.

3

 

Agenda

Newsletter