Notícias

REDE ESTADUAL

Rede Estadual faz parada para exigir pagamento do Piso e manutenção dos salários dos GNOs

1.000

28 May 2018

Os trabalhadores em educação da Rede Estadual vão paralisar as atividades nesta quarta-feira (30/05). A parada de advertência será um protesto em prol do imediato pagamento do Piso Salarial e contra a diminuição dos salários dos funcionários do GNO (Grupo de Nível Operacional – antigos ASGs).

No dia da parada acontecerá uma assembleia extraordinária. A assembleia está marcada para às 8h30, na ASSEN, tendo como pauta as motivações da parada de advertência da rede.

Segundo o coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira, a assembleia poderá tirar um indicativo de greve caso o governo não pague o Piso até o fim do mês: “Esperamos que o governo pague o Piso até o dia 31 de maio. Do contrário a greve da rede estadual poderá ser retomada”.

ACORDO JUDICIAL FIRMADO NA GREVE AINDA NÃO FOI CUMPRIDO

Desde o final da greve da Rede Estadual, em 19 de abril, a categoria espera que o acordo judicial firmado entre o SINTE/RN e o governo, mediado pelo desembargador Glauber Rêgo, seja cumprido. O acordo consistia em pagar o Piso agora em maio. O que não aconteceu.

De acordo com o comunicado emitido na semana passada pela secretária estadual de educação, Cláudia Santa Rosa, o Piso será pago em junho, em folha suplementar, mas sem data definida. Ou seja, o Piso não será implementado na folha do mês de maio.

A burocracia para aprovar a Lei estadual que vai garantir a correção do Piso foi longa. A Lei foi aprovada apenas na última quarta (23), um mês após o término da greve e depois de muita luta do SINTE/RN, em seguida sancionada pelo governador na quinta (24) e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) da sexta-feira (25).

PARADA DE ADVERTÊNCIA TAMBÉM PAUTARÁ OS SALÁRIOS DOS FUNCIONÁRIOS DO GNO

A parada de advertência marcada para quarta (30) também vai pautar a luta contra diminuição dos salários dos funcionários do GNO (Grupo de Nível Operacional – antigos ASGs).

Segundo as informações contidas em contracheques de funcionários do GNO, acontecerão descontos de 50 a mais de 100 reais. De acordo com José Teixeira, a assessoria jurídica do SINTE/RN Vai entrar com um mandado de segurança para preservar o salário dos funcionários.  

REDE ESTADUAL

Rede Estadual faz parada para exigir pagamento do Piso e manutenção dos salários dos GNOs

1.000

28 May 2018

Os trabalhadores em educação da Rede Estadual vão paralisar as atividades nesta quarta-feira (30/05). A parada de advertência será um protesto em prol do imediato pagamento do Piso Salarial e contra a diminuição dos salários dos funcionários do GNO (Grupo de Nível Operacional – antigos ASGs).

No dia da parada acontecerá uma assembleia extraordinária. A assembleia está marcada para às 8h30, na ASSEN, tendo como pauta as motivações da parada de advertência da rede.

Segundo o coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira, a assembleia poderá tirar um indicativo de greve caso o governo não pague o Piso até o fim do mês: “Esperamos que o governo pague o Piso até o dia 31 de maio. Do contrário a greve da rede estadual poderá ser retomada”.

ACORDO JUDICIAL FIRMADO NA GREVE AINDA NÃO FOI CUMPRIDO

Desde o final da greve da Rede Estadual, em 19 de abril, a categoria espera que o acordo judicial firmado entre o SINTE/RN e o governo, mediado pelo desembargador Glauber Rêgo, seja cumprido. O acordo consistia em pagar o Piso agora em maio. O que não aconteceu.

De acordo com o comunicado emitido na semana passada pela secretária estadual de educação, Cláudia Santa Rosa, o Piso será pago em junho, em folha suplementar, mas sem data definida. Ou seja, o Piso não será implementado na folha do mês de maio.

A burocracia para aprovar a Lei estadual que vai garantir a correção do Piso foi longa. A Lei foi aprovada apenas na última quarta (23), um mês após o término da greve e depois de muita luta do SINTE/RN, em seguida sancionada pelo governador na quinta (24) e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) da sexta-feira (25).

PARADA DE ADVERTÊNCIA TAMBÉM PAUTARÁ OS SALÁRIOS DOS FUNCIONÁRIOS DO GNO

A parada de advertência marcada para quarta (30) também vai pautar a luta contra diminuição dos salários dos funcionários do GNO (Grupo de Nível Operacional – antigos ASGs).

Segundo as informações contidas em contracheques de funcionários do GNO, acontecerão descontos de 50 a mais de 100 reais. De acordo com José Teixeira, a assessoria jurídica do SINTE/RN Vai entrar com um mandado de segurança para preservar o salário dos funcionários.  

Agenda

Newsletter