Notícias

NATAL

Sem proposta viável por parte da Prefeitura, educadores de Natal mantêm greve

563

4 May 2018

Créditos: Lenilton Lima

A greve dos educadores de Natal continua. É o que foi decidido pela assembleia da categoria na manhã desta sexta-feira (04). O movimento grevista continua porque a Prefeitura, no entendimento da categoria, ainda não apresentou uma proposta viável que atenda a pauta de reivindicações.

Além da continuidade da greve, a assembleia deliberou que o SINTE/RN vai enviar um ofício solicitando uma nova audiência com o prefeito Alvaro Dias, para rediscutir a pauta.

Uma nova assembleia foi agendada para o dia 09 de maio, às 14h30, na ASSEN. Por sua vez o comando de greve da capital vai se reunir na segunda-feira (07).

Os profissionais da educação de Natal estão em greve desde 21 de março exigindo a correção de 6,81% do Piso Salarial 2018, melhores condições de trabalho, reformas nas escolas e CMEIs, pagamento de direitos negados, pagamento do retroativo do Piso 2017 para os aposentados, entre outras demandas. A pauta de reivindicações tem 37 pontos.

A proposta do Prefeito Alvaro Dias é a de parcelar em 12 vezes, em 2019, o retroativo do Piso 2018. A proposta do Executivo municipal, ainda sugere pagar a correção de 6,81% do Piso em junho deste ano. A proposta é considerada pela categoria como “inaceitável” e foi rechaçada.

Na semana passada o SINTE fez uma proposta ao Prefeito, por meio de ofício, acerca do pagamento do Piso. No documento, o Sindicato pediu que a correção fosse paga de forma integral no mês maio, para ativos e aposentados. O retroativo relativo aos meses de janeiro a abril, segundo a defesa do Sindicato, deveria ser implementado em junho, julho, agosto e setembro. Entretanto, a proposta do SINTE foi desconsidera pela Prefeitura.

NATAL

Sem proposta viável por parte da Prefeitura, educadores de Natal mantêm greve

563

4 May 2018

Créditos: Lenilton Lima

A greve dos educadores de Natal continua. É o que foi decidido pela assembleia da categoria na manhã desta sexta-feira (04). O movimento grevista continua porque a Prefeitura, no entendimento da categoria, ainda não apresentou uma proposta viável que atenda a pauta de reivindicações.

Além da continuidade da greve, a assembleia deliberou que o SINTE/RN vai enviar um ofício solicitando uma nova audiência com o prefeito Alvaro Dias, para rediscutir a pauta.

Uma nova assembleia foi agendada para o dia 09 de maio, às 14h30, na ASSEN. Por sua vez o comando de greve da capital vai se reunir na segunda-feira (07).

Os profissionais da educação de Natal estão em greve desde 21 de março exigindo a correção de 6,81% do Piso Salarial 2018, melhores condições de trabalho, reformas nas escolas e CMEIs, pagamento de direitos negados, pagamento do retroativo do Piso 2017 para os aposentados, entre outras demandas. A pauta de reivindicações tem 37 pontos.

A proposta do Prefeito Alvaro Dias é a de parcelar em 12 vezes, em 2019, o retroativo do Piso 2018. A proposta do Executivo municipal, ainda sugere pagar a correção de 6,81% do Piso em junho deste ano. A proposta é considerada pela categoria como “inaceitável” e foi rechaçada.

Na semana passada o SINTE fez uma proposta ao Prefeito, por meio de ofício, acerca do pagamento do Piso. No documento, o Sindicato pediu que a correção fosse paga de forma integral no mês maio, para ativos e aposentados. O retroativo relativo aos meses de janeiro a abril, segundo a defesa do Sindicato, deveria ser implementado em junho, julho, agosto e setembro. Entretanto, a proposta do SINTE foi desconsidera pela Prefeitura.

Agenda

Newsletter