Notícias

NATAL

Após pressão do SINTE/RN, SME iniciará processo de avaliação dos professores de Natal

414

13 Jun 2019

Depois de muita luta do SINTE/RN, finalmente a Secretaria Municipal de Educação (SME) vai dar início ao processo de avaliação de desempenho dos educadores de Natal. A avaliação em questão compreende o ano letivo de 2014 e terá validade para a implementação da promoção horizontal de 2015 dos professores enquadrados no Plano de Carreira do magistério da capital e de quem trabalhou pelo menos durante quatro anos na Rede, até o dia 28 de fevereiro de 2015. A previsão é que as avaliações sejam entregues a SME nos meses de julho e agosto.

O diretor de organização da capital do SINTE/RN, professor Erlon Valério, explica que a realização deste processo é fruto da cobrança insistente e incisiva do Sindicato: “Esta avaliação faz parte da luta do SINTE/RN, da luta de greve, das nossas conversas com a Secretaria de Educação”.

Erlon afirma que o SINTE continua na luta para que a avaliação seja feita de maneira atualizada, isto é, enquadre os profissionais nos níveis de acordo com o tempo de carreira: “Eles estão avaliando somente agora em 2019 os professores que entraram em 2011. Quem entrou lá em 2011 já era para estar na letra ‘C’. Porém, encontra-se na ‘A’ e agora deve migrar para a ‘B’. Por isso exigimos a correta atualização”.

Na avaliação de desempenho são considerados fatores, como: rendimento e qualidade de trabalho; pontualidade e assiduidade; tempo de docência; contribuições no campo da educação; participação em colegiados e comissões; e qualificação profissional.

NATAL

Após pressão do SINTE/RN, SME iniciará processo de avaliação dos professores de Natal

414

13 Jun 2019

Depois de muita luta do SINTE/RN, finalmente a Secretaria Municipal de Educação (SME) vai dar início ao processo de avaliação de desempenho dos educadores de Natal. A avaliação em questão compreende o ano letivo de 2014 e terá validade para a implementação da promoção horizontal de 2015 dos professores enquadrados no Plano de Carreira do magistério da capital e de quem trabalhou pelo menos durante quatro anos na Rede, até o dia 28 de fevereiro de 2015. A previsão é que as avaliações sejam entregues a SME nos meses de julho e agosto.

O diretor de organização da capital do SINTE/RN, professor Erlon Valério, explica que a realização deste processo é fruto da cobrança insistente e incisiva do Sindicato: “Esta avaliação faz parte da luta do SINTE/RN, da luta de greve, das nossas conversas com a Secretaria de Educação”.

Erlon afirma que o SINTE continua na luta para que a avaliação seja feita de maneira atualizada, isto é, enquadre os profissionais nos níveis de acordo com o tempo de carreira: “Eles estão avaliando somente agora em 2019 os professores que entraram em 2011. Quem entrou lá em 2011 já era para estar na letra ‘C’. Porém, encontra-se na ‘A’ e agora deve migrar para a ‘B’. Por isso exigimos a correta atualização”.

Na avaliação de desempenho são considerados fatores, como: rendimento e qualidade de trabalho; pontualidade e assiduidade; tempo de docência; contribuições no campo da educação; participação em colegiados e comissões; e qualificação profissional.

Agenda

Newsletter