Notícias

NACIONAL

Cuidados com a higiene e isolamento podem barrar o Coronavírus no Brasil

190

19 Mar 2020

Créditos: Imagem da web

Não é mais segredo para ninguém que o Coronavírus chegou ao Brasil nas últimas semanas. A cada dia os casos se multiplicam e mortes já ocorreram. Até às 17h desta quinta-feira (19 de março), 609 pessoas já tinham sido contaminadas, segundo dados das secretarias estaduais de saúde. De acordo com o Ministério da Saúde, 11.278 estão sendo monitoradas e 6 morreram em decorrência do vírus. No Rio Grande do Norte, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 1 caso foi confirmado e outros 108 são suspeitos.

Pelo mundo, já foram registrados quase 195 mil casos e mais de 7.800 mortes. O quadro já é de pandemia, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que a doença virou uma epidemia que se espalhou pelo mundo e está fora de controle.

Mas que doença é essa que está pondo em xeque o poder das nações de se proteger de um inimigo invisível? Neste texto explicamos para você, trabalhador e trabalhadora em educação, como podemos fazer para impedir que esse vírus se espalhe pelo nosso país.

1 – O Covid-19 é transmitido pela saliva, espirro, tosse ou aperto de mão. O contato com superfícies contaminadas seguido de contato com a boca, nariz e olhos também transmite a doença. Por isso, é fundamental lavar as mãos, sobretudo ao chegar em casa ou trabalho;

2 – Febre, tosse seca, espirros, coriza e dificuldade para respirar são alguns dos sintomas;

3 – Cubra a boca ou nariz com um dos braços quando for tossir ou espirrar;

4 – A prevenção deve ser feita lavando as mãos com frequência usando água corrente, sabão ou detergente. O álcool em gel fator 70, deve ser usado preferencialmente quando não se tiver acesso aos produtos citados anteriormente;

5 – Não compartilhe objetos pessoais;

6 – É importante evitar aglomerações. Quem puder, deve procurar ao máximo ficar em casa;

7 – O isolamento, que consiste em 14 dias em casa, é indicado para quem está com a suspeita de ter contraído o vírus, chegou de viagem internacional e teve contato com alguém que está ou é suspeito de estar infectado;

8 – Qualquer pessoa, independente da faixa etária, pode contrair a doença. Contudo, o vírus é mais severo com idosos (mais de 60 anos), gestantes, lactantes, diabéticos, hipertensos, soropositivos (pessoas com HIV) e pacientes oncológicos. Por isso, estas pessoas fazem parte do chamado grupo de risco.  Assim sendo merecem mais cuidado;

9 – O período de incubação do vírus é de 5 a 12 dias.

Acesse AQUI mais dicas e informações do Ministério da Saúde.

NACIONAL

Cuidados com a higiene e isolamento podem barrar o Coronavírus no Brasil

190

19 Mar 2020

Créditos: Imagem da web

Não é mais segredo para ninguém que o Coronavírus chegou ao Brasil nas últimas semanas. A cada dia os casos se multiplicam e mortes já ocorreram. Até às 17h desta quinta-feira (19 de março), 609 pessoas já tinham sido contaminadas, segundo dados das secretarias estaduais de saúde. De acordo com o Ministério da Saúde, 11.278 estão sendo monitoradas e 6 morreram em decorrência do vírus. No Rio Grande do Norte, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 1 caso foi confirmado e outros 108 são suspeitos.

Pelo mundo, já foram registrados quase 195 mil casos e mais de 7.800 mortes. O quadro já é de pandemia, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que a doença virou uma epidemia que se espalhou pelo mundo e está fora de controle.

Mas que doença é essa que está pondo em xeque o poder das nações de se proteger de um inimigo invisível? Neste texto explicamos para você, trabalhador e trabalhadora em educação, como podemos fazer para impedir que esse vírus se espalhe pelo nosso país.

1 – O Covid-19 é transmitido pela saliva, espirro, tosse ou aperto de mão. O contato com superfícies contaminadas seguido de contato com a boca, nariz e olhos também transmite a doença. Por isso, é fundamental lavar as mãos, sobretudo ao chegar em casa ou trabalho;

2 – Febre, tosse seca, espirros, coriza e dificuldade para respirar são alguns dos sintomas;

3 – Cubra a boca ou nariz com um dos braços quando for tossir ou espirrar;

4 – A prevenção deve ser feita lavando as mãos com frequência usando água corrente, sabão ou detergente. O álcool em gel fator 70, deve ser usado preferencialmente quando não se tiver acesso aos produtos citados anteriormente;

5 – Não compartilhe objetos pessoais;

6 – É importante evitar aglomerações. Quem puder, deve procurar ao máximo ficar em casa;

7 – O isolamento, que consiste em 14 dias em casa, é indicado para quem está com a suspeita de ter contraído o vírus, chegou de viagem internacional e teve contato com alguém que está ou é suspeito de estar infectado;

8 – Qualquer pessoa, independente da faixa etária, pode contrair a doença. Contudo, o vírus é mais severo com idosos (mais de 60 anos), gestantes, lactantes, diabéticos, hipertensos, soropositivos (pessoas com HIV) e pacientes oncológicos. Por isso, estas pessoas fazem parte do chamado grupo de risco.  Assim sendo merecem mais cuidado;

9 – O período de incubação do vírus é de 5 a 12 dias.

Acesse AQUI mais dicas e informações do Ministério da Saúde.

Agenda

Newsletter