Notícias

NATAL

Em cima da hora, SME cancela audiência com SINTE/RN e não agenda nova data

233

30 Oct 2019

Há poucas horas do horário previsto para o início da audiência marcada para esta quarta-feira (30) com o SINTE/RN, a Secretaria Municipal de Educação de Natal (SME) desmarcou a conversa. Entretanto, uma nova data para o diálogo entre as partes não foi agendada.

O motivo alegado pela SME foi que o funcionário responsável por realizar o impacto financeiro que ocorrerá caso sejam implementadas as reivindicações dos educadores não pôde concluir o trabalho. Isso devido ao falecimento de um parente seu.

Desde o início de 2019 os educadores da capital e o Sindicato se mobilizam para negociar com a Prefeitura e a Secretaria de Educação. Neste ano, foram realizadas duas paradas de advertência e diversas tentativas de diálogo. Nada sensibilizou o Executivo municipal, o que gera revolta na categoria.  Os profissionais da educação de Natal já acumulam quase 40 itens na pauta. O pagamento dos passivos dos Pisos Salariais de 2017 e 2018 e os 10% do acordo firmado em 2013 são as principais reivindicações.

Um ato de protesto em frente à Prefeitura está agendado para 11 de novembro a partir das 14h30. Lá, os educadores vão mais uma vez pressionar o Prefeito a fim de arrancar o que lhes é de direito.

NATAL

Em cima da hora, SME cancela audiência com SINTE/RN e não agenda nova data

233

30 Oct 2019

Há poucas horas do horário previsto para o início da audiência marcada para esta quarta-feira (30) com o SINTE/RN, a Secretaria Municipal de Educação de Natal (SME) desmarcou a conversa. Entretanto, uma nova data para o diálogo entre as partes não foi agendada.

O motivo alegado pela SME foi que o funcionário responsável por realizar o impacto financeiro que ocorrerá caso sejam implementadas as reivindicações dos educadores não pôde concluir o trabalho. Isso devido ao falecimento de um parente seu.

Desde o início de 2019 os educadores da capital e o Sindicato se mobilizam para negociar com a Prefeitura e a Secretaria de Educação. Neste ano, foram realizadas duas paradas de advertência e diversas tentativas de diálogo. Nada sensibilizou o Executivo municipal, o que gera revolta na categoria.  Os profissionais da educação de Natal já acumulam quase 40 itens na pauta. O pagamento dos passivos dos Pisos Salariais de 2017 e 2018 e os 10% do acordo firmado em 2013 são as principais reivindicações.

Um ato de protesto em frente à Prefeitura está agendado para 11 de novembro a partir das 14h30. Lá, os educadores vão mais uma vez pressionar o Prefeito a fim de arrancar o que lhes é de direito.

Agenda

Newsletter