Notícias

LUTA

Educadores/as cruzam os braços e participam de atividades em defesa da educação e aposentadoria

408

24 Apr 2019

Créditos: Lenilton Lima

Nesta quarta-feira (24/04) os trabalhadores em educação do RN deram a sua contribuição na jornada de luta em defesa da educação pública e contra a Reforma da Previdência. Ao longo de todo o dia, em Natal e pelo interior do Estado, eles promoveram e participaram de atividades alusivas Dia Nacional de Paralisação em Defesa e Promoção da Educação Pública e Contra a Reforma da Previdência, convocado pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) e que faz parte da 20º Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública.

(Veja AQUI todas as fotos das atividades dessa quarta, 24)

Em todo o Brasil aconteceram paradas e atos. Conforme deliberado em assembleia na semana passada, a Rede Municipal de Natal se somou ao dia e paralisou as aulas para protestar contra a falta de respostas do Prefeito e da SME a pauta dos educadores. A Parada de Advertência foi a segunda realizada em abril.

Quanto ao Dia Nacional de Luta, na capital o SINTE realizou uma aula pública pela manhã em frente à Assembleia Legislativa do RN. Na ocasião, se dialogou sobre a Reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro, alertando a população para os prejuízos que ela trará caso seja aprovada pelo Congresso Nacional. Em seguida o Sindicato dialogou com os deputados estaduais com vistas a provocar celeridade na aprovação do projeto que vai garantir o reajuste do Piso Salarial 2019 da Rede Estadual. A expectativa era que a matéria fosse votada ainda nesta quarta (24). Porém, a votação ficou para esta quinta-feira (25), às 10h, na AL.

À tarde, o SINTE lançou uma campanha para colher assinaturas contra a Reforma da Previdência. O lançamento aconteceu na sede estadual do Sindicato e reuniu vários profissionais da educação, que deixaram registrado que são contrários a Reforma. Logo depois os trabalhadores em educação se dirigiram ao INSS da Rua Apodi, no Centro da Capital, e se somaram ao ato unificado contra a Reforma da Previdência. A atividade conjunta foi mobilizada por sindicatos, centrais sindicais, frentes e movimentos. A CUT Brasil estava presente. Após a concentração uma caminhada aconteceu até a Rua João Pessoa, também no Centro de Natal. Além de trabalhadores em educação, profissionais de diversas áreas participaram do ato e disseram não a Reforma da Previdência.

ATOS NO INTERIOR

O Dia Nacional de Paralisação em Defesa e Promoção da Educação Pública e Contra a Reforma da Previdência também atingiu o interior do Rio Grande do Norte. Em Mossoró, a Regional do SINTE realizou duas assembleias com a categoria. Uma aconteceu pela manhã na sede da Regional e a outra foi realizada no período da tarde na Estação das Artes. Em ambas se dialogou sobre a Reforma da Previdência e o reajuste do Piso da Rede Estadual.

Além de Mossoró, atos foram registrados em Ceará Mirim, João Câmara e São José de Mipibu.

LUTA

Educadores/as cruzam os braços e participam de atividades em defesa da educação e aposentadoria

408

24 Apr 2019

Créditos: Lenilton Lima

Nesta quarta-feira (24/04) os trabalhadores em educação do RN deram a sua contribuição na jornada de luta em defesa da educação pública e contra a Reforma da Previdência. Ao longo de todo o dia, em Natal e pelo interior do Estado, eles promoveram e participaram de atividades alusivas Dia Nacional de Paralisação em Defesa e Promoção da Educação Pública e Contra a Reforma da Previdência, convocado pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) e que faz parte da 20º Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública.

(Veja AQUI todas as fotos das atividades dessa quarta, 24)

Em todo o Brasil aconteceram paradas e atos. Conforme deliberado em assembleia na semana passada, a Rede Municipal de Natal se somou ao dia e paralisou as aulas para protestar contra a falta de respostas do Prefeito e da SME a pauta dos educadores. A Parada de Advertência foi a segunda realizada em abril.

Quanto ao Dia Nacional de Luta, na capital o SINTE realizou uma aula pública pela manhã em frente à Assembleia Legislativa do RN. Na ocasião, se dialogou sobre a Reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro, alertando a população para os prejuízos que ela trará caso seja aprovada pelo Congresso Nacional. Em seguida o Sindicato dialogou com os deputados estaduais com vistas a provocar celeridade na aprovação do projeto que vai garantir o reajuste do Piso Salarial 2019 da Rede Estadual. A expectativa era que a matéria fosse votada ainda nesta quarta (24). Porém, a votação ficou para esta quinta-feira (25), às 10h, na AL.

À tarde, o SINTE lançou uma campanha para colher assinaturas contra a Reforma da Previdência. O lançamento aconteceu na sede estadual do Sindicato e reuniu vários profissionais da educação, que deixaram registrado que são contrários a Reforma. Logo depois os trabalhadores em educação se dirigiram ao INSS da Rua Apodi, no Centro da Capital, e se somaram ao ato unificado contra a Reforma da Previdência. A atividade conjunta foi mobilizada por sindicatos, centrais sindicais, frentes e movimentos. A CUT Brasil estava presente. Após a concentração uma caminhada aconteceu até a Rua João Pessoa, também no Centro de Natal. Além de trabalhadores em educação, profissionais de diversas áreas participaram do ato e disseram não a Reforma da Previdência.

ATOS NO INTERIOR

O Dia Nacional de Paralisação em Defesa e Promoção da Educação Pública e Contra a Reforma da Previdência também atingiu o interior do Rio Grande do Norte. Em Mossoró, a Regional do SINTE realizou duas assembleias com a categoria. Uma aconteceu pela manhã na sede da Regional e a outra foi realizada no período da tarde na Estação das Artes. Em ambas se dialogou sobre a Reforma da Previdência e o reajuste do Piso da Rede Estadual.

Além de Mossoró, atos foram registrados em Ceará Mirim, João Câmara e São José de Mipibu.

Agenda

Newsletter