Notícias

SINTE/RN 30 ANOS

Exposição fotográfica marca 30 anos de criação do SINTE/RN

258

2 Sep 2019

Créditos: Lenilton Lima

As três décadas de fundação do maior sindicato estadual são recordadas em imagens

Uma história de lutas, sonhos, desafios, dificuldades, inovações e conquistas. Essa tem sido a história do SINTE/RN, o maior sindicato estadual que comemora trinta anos de criação nesta segunda-feira, 02 de setembro. Para celebrar a data, recontar a trajetória da entidade e preservar a memória de tantos feitos, foi aberta na manhã de hoje uma exposição fotográfica alusiva às três décadas de fundação do sindicato.

A abertura da exposição contou com a presença de autoridades políticas e sindicais, de antigos e atuais dirigentes do sindicato, professores e funcionários da educação e convidados. A governadora Fátima Bezerra, primeira secretária geral do SINTE e posteriormente presidente do sindicato por dois mandatos, esteve presente ao evento e destacou o caráter pedagógico da exposição. Em sua fala, relembrou também momentos do trabalho na defesa da educação protagonizados pela entidade, momentos que remontam ao período de redemocratização do país, e chamou atenção para o fato de que a escola é território do livre pensamento.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, presidiu a mesa de abertura da exposição e destacou que sua história de vida se confunde com a história do Sindicato que foi forjado na resistência à ditadura militar e uniu todos os segmentos dos trabalhadores em educação, assumindo um importante papel no combate às injustiças contra a categoria. Fátima enfatizou a resistência, vitórias e lutas do SINTE em defesa dos direitos legítimos da categoria nessas três décadas.

Eliane Bandeira, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e diretora de administração e finanças do SINTE, recordou as muitas lideranças femininas que desenvolveram atividades no sindicato.

A exposição fotográfica alusiva aos 30 anos de fundação do Sindicato acontece no auditório Marise Paiva, localizado na sede estadual do SINTE, em Natal (avenida Rio Branco, 790, bairro de Cidade Alta). A exposição tem curadoria do fotógrafo Lenilton Lima e reúne mais de 60 imagens. São registros que vão de 1989 a 2019 e recordam importantes momentos, como as campanhas contra as reformas trabalhistas e da previdência; as assembleias; ocupações; atos políticos e culturais; passeatas, etc. As imagens também recordam personalidades que fizeram e fazem o SINTE/RN.

A exposição permanece aberta para visitas de 02 a 11 de setembro, no horário das 8h30 às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira, na sede do SINTE. Já no dia 12 de setembro, a exposição poderá ser visitada na Assembleia Legislativa. Nesse dia, haverá uma sessão solene em homenagem aos 30 anos do Sindicato, proposta pelo deputado Francisco do PT. Posteriormente, a exposição irá percorrer as regionais do sindicato espalhadas pelo Estado.

SINTE/RN: 30 ANOS

A luta organizada dos profissionais da educação pública tem início no Estado do Rio Grande do Norte com a Associação dos Professores do RN (APRN), uma entidade de cunho sócio recreativo. Com o tempo surgem outras instituições, representativas dos funcionários (SISPE), dos estudantes (UMES), dos orientadores (ASSOERN) e dos supervisores (ASSERN).

Em fins dos anos 1980, com a efervescência política vivida no Brasil pelo fim da ditadura militar, os trabalhadores e trabalhadoras começam a se organizar politicamente e reivindicar seus direitos, visto que a Constituição de 1988 garantia o direito dos trabalhadores se organizarem em sindicatos.

Nesse ambiente, a Confederação dos Professores do Brasil (CPB) é transformada em Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e a luta nacional orienta que os trabalhadores da educação se unifiquem em um sindicato.

Diante dessa recomendação, as entidades ligadas à educação pública no Rio Grande do Norte se unem e fundam o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (SINTE/RN), em 02 de setembro de 1989. Desde então, professores e demais funcionários da rede pública do Estado passaram a reivindicar melhorias trabalhistas de forma articulada.

Atualmente, o SINTE é o maior sindicato em número de filiados no RN, são mais de 30 mil. Associado à Central Única dos Trabalhadores (CUT), à Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e ao Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), o SINTE assume um efetivo papel de combate às desigualdades e às injustiças contra a categoria, inclusive em âmbito nacional, sendo referência na defesa da educação pública.

Com sede em Natal, o SINTE possui regionais em todo o Estado e tem somado conquistas históricas em favor dos trabalhadores em educação, como o Estatuto do Magistério, as eleições diretas para diretores das escolas, os Planos de Carreira e o Piso Nacional. Atualmente, em esfera nacional, tem participado da luta em defesa do FUNDEB permanente e contra a reforma da Previdência.

SINTE/RN 30 ANOS

Exposição fotográfica marca 30 anos de criação do SINTE/RN

258

2 Sep 2019

Créditos: Lenilton Lima

As três décadas de fundação do maior sindicato estadual são recordadas em imagens

Uma história de lutas, sonhos, desafios, dificuldades, inovações e conquistas. Essa tem sido a história do SINTE/RN, o maior sindicato estadual que comemora trinta anos de criação nesta segunda-feira, 02 de setembro. Para celebrar a data, recontar a trajetória da entidade e preservar a memória de tantos feitos, foi aberta na manhã de hoje uma exposição fotográfica alusiva às três décadas de fundação do sindicato.

A abertura da exposição contou com a presença de autoridades políticas e sindicais, de antigos e atuais dirigentes do sindicato, professores e funcionários da educação e convidados. A governadora Fátima Bezerra, primeira secretária geral do SINTE e posteriormente presidente do sindicato por dois mandatos, esteve presente ao evento e destacou o caráter pedagógico da exposição. Em sua fala, relembrou também momentos do trabalho na defesa da educação protagonizados pela entidade, momentos que remontam ao período de redemocratização do país, e chamou atenção para o fato de que a escola é território do livre pensamento.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, presidiu a mesa de abertura da exposição e destacou que sua história de vida se confunde com a história do Sindicato que foi forjado na resistência à ditadura militar e uniu todos os segmentos dos trabalhadores em educação, assumindo um importante papel no combate às injustiças contra a categoria. Fátima enfatizou a resistência, vitórias e lutas do SINTE em defesa dos direitos legítimos da categoria nessas três décadas.

Eliane Bandeira, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e diretora de administração e finanças do SINTE, recordou as muitas lideranças femininas que desenvolveram atividades no sindicato.

A exposição fotográfica alusiva aos 30 anos de fundação do Sindicato acontece no auditório Marise Paiva, localizado na sede estadual do SINTE, em Natal (avenida Rio Branco, 790, bairro de Cidade Alta). A exposição tem curadoria do fotógrafo Lenilton Lima e reúne mais de 60 imagens. São registros que vão de 1989 a 2019 e recordam importantes momentos, como as campanhas contra as reformas trabalhistas e da previdência; as assembleias; ocupações; atos políticos e culturais; passeatas, etc. As imagens também recordam personalidades que fizeram e fazem o SINTE/RN.

A exposição permanece aberta para visitas de 02 a 11 de setembro, no horário das 8h30 às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira, na sede do SINTE. Já no dia 12 de setembro, a exposição poderá ser visitada na Assembleia Legislativa. Nesse dia, haverá uma sessão solene em homenagem aos 30 anos do Sindicato, proposta pelo deputado Francisco do PT. Posteriormente, a exposição irá percorrer as regionais do sindicato espalhadas pelo Estado.

SINTE/RN: 30 ANOS

A luta organizada dos profissionais da educação pública tem início no Estado do Rio Grande do Norte com a Associação dos Professores do RN (APRN), uma entidade de cunho sócio recreativo. Com o tempo surgem outras instituições, representativas dos funcionários (SISPE), dos estudantes (UMES), dos orientadores (ASSOERN) e dos supervisores (ASSERN).

Em fins dos anos 1980, com a efervescência política vivida no Brasil pelo fim da ditadura militar, os trabalhadores e trabalhadoras começam a se organizar politicamente e reivindicar seus direitos, visto que a Constituição de 1988 garantia o direito dos trabalhadores se organizarem em sindicatos.

Nesse ambiente, a Confederação dos Professores do Brasil (CPB) é transformada em Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e a luta nacional orienta que os trabalhadores da educação se unifiquem em um sindicato.

Diante dessa recomendação, as entidades ligadas à educação pública no Rio Grande do Norte se unem e fundam o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (SINTE/RN), em 02 de setembro de 1989. Desde então, professores e demais funcionários da rede pública do Estado passaram a reivindicar melhorias trabalhistas de forma articulada.

Atualmente, o SINTE é o maior sindicato em número de filiados no RN, são mais de 30 mil. Associado à Central Única dos Trabalhadores (CUT), à Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e ao Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), o SINTE assume um efetivo papel de combate às desigualdades e às injustiças contra a categoria, inclusive em âmbito nacional, sendo referência na defesa da educação pública.

Com sede em Natal, o SINTE possui regionais em todo o Estado e tem somado conquistas históricas em favor dos trabalhadores em educação, como o Estatuto do Magistério, as eleições diretas para diretores das escolas, os Planos de Carreira e o Piso Nacional. Atualmente, em esfera nacional, tem participado da luta em defesa do FUNDEB permanente e contra a reforma da Previdência.

Agenda

Newsletter