Notícias

PAGAMENTO

Governador não apresenta calendário e anuncia que vai manter projeto que aumenta alíquota

1.625

18 Dec 2017

Créditos: Lenilton Lima

O governador Robinson Faria, reunido com o Fórum Estadual dos Servidores nesta segunda-feira (18), não apresentou o calendário de pagamento relativo aos meses de novembro, dezembro e o 13º salário. Os sindicalistas ainda saíram da audiência informados que o governo vai manter, na Assembleia Legislativa, o projeto que propõe o aumento, de 11% para 14%, da alíquota previdenciária. A expectativa é que o PL seja votado nesta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa, a partir das 10h.

Os trabalhadores argumentaram, mas o governador manteve a palavra e deixou nas entrelinhas que a liberação dos 750 milhões de reais, dos cofres do governo federal, está condicionada a aprovação do PL da alíquota, ao ajuste fiscal. O Fórum reagiu e não aceitou.

Para a coordenadora do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, o governo quer reduzir os salários dos servidores, através do aumento da alíquota, para garantir o pagamento: “O sentimento que nós tivemos é que ele (Robinson Faria) quer se ver livre desse pagamento, não importa o preço, e esse preço, claro, sendo pago pelos trabalhadores”.

A sindicalista conclamou a categoria a manter a mobilização: “Não adianta colocar um calendário em dia com um preço tão alto. Vamos lutar para que esse projeto (da alíquota) seja retirado. E vamos lutar pelo nosso calendário de pagamento!”

SERVIDORES SE MOBILIZARAM EM FRENTE À GOVERNADORIA

Enquanto o Fórum estava reunido com o governo, servidores estaduais de diversas categorias se mobilizaram em frente à Governadoria, na manhã desta segunda-feira (18), para exigir a regularização da folha de pagamento. Os trabalhadores ficaram concentrados sob tendas para se proteger do intenso sol.

02 (1)

03

PAGAMENTO

Governador não apresenta calendário e anuncia que vai manter projeto que aumenta alíquota

1.625

18 Dec 2017

Créditos: Lenilton Lima

O governador Robinson Faria, reunido com o Fórum Estadual dos Servidores nesta segunda-feira (18), não apresentou o calendário de pagamento relativo aos meses de novembro, dezembro e o 13º salário. Os sindicalistas ainda saíram da audiência informados que o governo vai manter, na Assembleia Legislativa, o projeto que propõe o aumento, de 11% para 14%, da alíquota previdenciária. A expectativa é que o PL seja votado nesta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa, a partir das 10h.

Os trabalhadores argumentaram, mas o governador manteve a palavra e deixou nas entrelinhas que a liberação dos 750 milhões de reais, dos cofres do governo federal, está condicionada a aprovação do PL da alíquota, ao ajuste fiscal. O Fórum reagiu e não aceitou.

Para a coordenadora do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, o governo quer reduzir os salários dos servidores, através do aumento da alíquota, para garantir o pagamento: “O sentimento que nós tivemos é que ele (Robinson Faria) quer se ver livre desse pagamento, não importa o preço, e esse preço, claro, sendo pago pelos trabalhadores”.

A sindicalista conclamou a categoria a manter a mobilização: “Não adianta colocar um calendário em dia com um preço tão alto. Vamos lutar para que esse projeto (da alíquota) seja retirado. E vamos lutar pelo nosso calendário de pagamento!”

SERVIDORES SE MOBILIZARAM EM FRENTE À GOVERNADORIA

Enquanto o Fórum estava reunido com o governo, servidores estaduais de diversas categorias se mobilizaram em frente à Governadoria, na manhã desta segunda-feira (18), para exigir a regularização da folha de pagamento. Os trabalhadores ficaram concentrados sob tendas para se proteger do intenso sol.

02 (1)

03

Agenda

Newsletter