Notícias

Educação

Isolamento social oferece a oportunidade de adquirir conhecimento e interagir sem sair de casa

185

31 Mar 2020

Créditos: Imagem da web

O que fazer para superar o inevitável tédio causado pelo isolamento social imposto por estes tempos de Covid-19? Isso é o que muitos têm se perguntado. A boa notícia, em meio a tantos fatos negativos, é que neste período é plenamente possível adquirir conhecimento e interagir com quem amamos. E tudo isto sem sair de casa, atendendo aos protocolos das autoridades médicas, que nos exigem um período de reclusão voluntária em prol da manutenção da nossa saúde e dos demais. Abaixo trazemos algumas dicas. Confira:

1 – ASSISTIR A FILMES E DOCUMENTÁRIOS

Assistir a filmes e documentários é uma boa opção durante este período de isolamento social. Além de distrair e instigar a imaginação, um bom roteiro pode trazer muito conhecimento, seja sobre um fato histórico, político, social, entre outro. E não faltam opções para encontrar conteúdo. Youtube, Amazon Prime, Netflix são alguns dos locais em que podemos encontrar bons materiais. Eis 5 dicas de filmes e documentários:

Democracia em Vertigem – 2019

“Documentário sobre o processo de impeachment da ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que foi considerado como um dos reflexos da polarização política e da ascensão da extrema-direita para o poder. O filme conta com imagens internas e exclusivas dos bastidores do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e do Palácio da Alvorada, enquanto ocorria a votação para a queda de Dilma.”

Utopia e Barbárie – 2009

“Retrata e interpreta o mundo pós-segunda guerra mundial e suas transformações; as utopias que nele foram criadas e as barbáries que o pontuaram. Descreve o desmonte das utopias da geração sonhadora de 1968 e analisa a criação de novas utopias neste mundo globalizado.”

Eles Não Usam Black-Tie – 1981

“Em São Paulo, em 1980, o jovem operário Tião (Carlos Alberto Riccelli) e sua namorada Maria (Bete Mendes) decidem casar-se ao saber que a moça está grávida. Ao mesmo tempo, eclode um movimento grevista que divide a categoria metalúrgica. Preocupado com o casamento e temendo perder o emprego, Tião fura a greve, entrando em conflito com o pai, Otávio (Gianfrancesco Guarnieri), um velho militante sindical que passou três anos na cadeia durante o regime militar.”

Pra Frente, Brasil – 1983

“Em 1970 o Brasil inteiro torce e vibra com a seleção de futebol no México, enquanto prisioneiros políticos são torturados nos porões da ditadura militar e inocentes são vítimas desta violência. Todos estes acontecimentos são vistos pela ótica de uma família quando um dos seus integrantes, um pacato trabalhador da classe média, é confundido com um ativista político e ‘desaparece’”.

A Ditadura Perfeita / La Dictadura Perfecta – 2014

“A Ditadura Perfeita conta a história de um governador egocêntrico que busca a cadeira presidencial e de como ele utiliza a televisão para distrair a opinião pública dos grandes problemas do país.”

2 – LER

Ler é uma outra opção para momentos de solidão durante o isolamento social. A leitura, somada as vivências, ajuda a compreender o mundo que nos rodeia. Eis 4 dicas de livros.

Getúlio – Lira Neto

O escritor e jornalista cearense Lira Neto escreveu uma biografia sobre uma das figuras mais importantes e controvertidas da primeira metade do século 20 no Brasil: Getúlio Vargas. Em três volumes, o autor retrata o nascimento, formação, ingresso na política, o golpe de 1930 que o levou a presidência do Brasil, a ascensão, a ditadura do Estado Novo, a queda em 1945 com sua deposição, o retorno nos braços do povo nas eleições de 1950 e o trágico fim com um tiro no peito.

Brado Retumbante – Paulo Markun

“O que levou o Brasil a abandonar a trilha da democracia, em março de 1964, sem maiores tumultos? Quais personagens e setores ousaram se opor ao novo regime? Quando e como foi desenhada a face mais dura, que se materializou no AI-5? Em dois volumes de leitura ágil e envolvente, Brado Retumbante é o maia abrangente painel da história contemporânea do país.”

Agosto – Rubem Fonseca

“Os turbulentos acontecimentos políticos de agosto de 1954 no Rio de Janeiro, capital da República, são o ponto de partida de um dos maiores sucessos de Rubem Fonseca. Alberto Mattos, comissário de polícia, tenta desvendar o assassinato de um empresário no edifício Deauville, enquanto é planejado o atentado frustrado contra o jornalista Carlos Lacerda, opositor de Getúlio Vargas, no Palácio do Catete. Nos dias que antecederam o suicídio de Getúlio Vargas, Rubem Fonseca – em seu quinto romance – relata e relaciona os dois episódios, mesclando com maestria realidade e ficção”.

Triste Fim de Policarpo Quaresma – Lima Barreto

“Publicado inicialmente em folhetins no ano de 1911, Triste fim de Policarpo Quaresma é um romance do período do Pré-Modernismo brasileiro. Por meio da vida tragicômica do major Quaresma, um nacionalista fanático, ingênuo e idealista. A obra fala do abismo existente entre as pessoas idealistas e aquelas que se preocupam apenas com seus interesses e com sua vida comum. Com uma narrativa leve que em alguns pontos chega a ser cômica, mas sempre salpicada de pequenas críticas a vários aspectos da sociedade, Lima Barreto revela as estruturas sociais e políticas do Brasil da Primeira República, enfocando os fatos históricos do governo de Floriano Peixoto.”

3 – APRENDER UM NOVO IDIOMA OU ESTUDAR A LÍNGUA PORTUGUESA

Em período em que falta de tempo não tem sido problema, que tal se dedicar a aprender um novo idioma? Opções não faltam. Inglês, espanhol, francês, italiano, alemão, japonês, russo… E que tal estudar a nossa própria língua portuguesa? São várias as opções de estudo, seja utilizando livros físicos, ebooks ou assistindo a vídeos ou aulas on-line. Não perca tempo!

4 – FAZER CURSOS ON-LINE

Sabe aquele curso que você vem adiando há tempos? Então, chegou a hora. Não há desculpa para não buscar conhecimento e se gabaritar em determinada área, seja com interesse meramente de realização pessoal ou para uso no trabalho após o fim do isolamento social. Não importa. O importante é não ficar parado e buscar conhecimento.

5 – SE DEDICAR AINDA MAIS A FAMÍLIA E AO SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

A rotina do dia a dia muitas vezes nos impede de nos dedicar aos familiares e ao nosso animal de estimação, não é verdade? Que tal aproveitar este período para ficar mais junto dos familiares?

6 – MANTER UMA ROTINA DE CONTATO VIA WEB COM FAMILIARES E AMIGOS QUE ESTÃO DISTANTES

Falando em rotina, para quem está isolado em casa os dias estão bem iguais. A quebra dos afazeres cotidianos, que envolvem muitas atividades na rua, faz com que a gente perca um pouco a noção do tempo e se desorganize. Mas que tal organizar melhor a rotina e aproveitar para estreitar os laços com familiares e amigos que estão distantes? A internet está ao nosso dispor para isso. Telefonemas, WhatsApp, Skype, Facebook, enfim. Há diversas formas de continuar ligado a quem amamos, mesmo fisicamente distantes em tempos de Covid-19. 

Educação

Isolamento social oferece a oportunidade de adquirir conhecimento e interagir sem sair de casa

185

31 Mar 2020

Créditos: Imagem da web

O que fazer para superar o inevitável tédio causado pelo isolamento social imposto por estes tempos de Covid-19? Isso é o que muitos têm se perguntado. A boa notícia, em meio a tantos fatos negativos, é que neste período é plenamente possível adquirir conhecimento e interagir com quem amamos. E tudo isto sem sair de casa, atendendo aos protocolos das autoridades médicas, que nos exigem um período de reclusão voluntária em prol da manutenção da nossa saúde e dos demais. Abaixo trazemos algumas dicas. Confira:

1 – ASSISTIR A FILMES E DOCUMENTÁRIOS

Assistir a filmes e documentários é uma boa opção durante este período de isolamento social. Além de distrair e instigar a imaginação, um bom roteiro pode trazer muito conhecimento, seja sobre um fato histórico, político, social, entre outro. E não faltam opções para encontrar conteúdo. Youtube, Amazon Prime, Netflix são alguns dos locais em que podemos encontrar bons materiais. Eis 5 dicas de filmes e documentários:

Democracia em Vertigem – 2019

“Documentário sobre o processo de impeachment da ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que foi considerado como um dos reflexos da polarização política e da ascensão da extrema-direita para o poder. O filme conta com imagens internas e exclusivas dos bastidores do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e do Palácio da Alvorada, enquanto ocorria a votação para a queda de Dilma.”

Utopia e Barbárie – 2009

“Retrata e interpreta o mundo pós-segunda guerra mundial e suas transformações; as utopias que nele foram criadas e as barbáries que o pontuaram. Descreve o desmonte das utopias da geração sonhadora de 1968 e analisa a criação de novas utopias neste mundo globalizado.”

Eles Não Usam Black-Tie – 1981

“Em São Paulo, em 1980, o jovem operário Tião (Carlos Alberto Riccelli) e sua namorada Maria (Bete Mendes) decidem casar-se ao saber que a moça está grávida. Ao mesmo tempo, eclode um movimento grevista que divide a categoria metalúrgica. Preocupado com o casamento e temendo perder o emprego, Tião fura a greve, entrando em conflito com o pai, Otávio (Gianfrancesco Guarnieri), um velho militante sindical que passou três anos na cadeia durante o regime militar.”

Pra Frente, Brasil – 1983

“Em 1970 o Brasil inteiro torce e vibra com a seleção de futebol no México, enquanto prisioneiros políticos são torturados nos porões da ditadura militar e inocentes são vítimas desta violência. Todos estes acontecimentos são vistos pela ótica de uma família quando um dos seus integrantes, um pacato trabalhador da classe média, é confundido com um ativista político e ‘desaparece’”.

A Ditadura Perfeita / La Dictadura Perfecta – 2014

“A Ditadura Perfeita conta a história de um governador egocêntrico que busca a cadeira presidencial e de como ele utiliza a televisão para distrair a opinião pública dos grandes problemas do país.”

2 – LER

Ler é uma outra opção para momentos de solidão durante o isolamento social. A leitura, somada as vivências, ajuda a compreender o mundo que nos rodeia. Eis 4 dicas de livros.

Getúlio – Lira Neto

O escritor e jornalista cearense Lira Neto escreveu uma biografia sobre uma das figuras mais importantes e controvertidas da primeira metade do século 20 no Brasil: Getúlio Vargas. Em três volumes, o autor retrata o nascimento, formação, ingresso na política, o golpe de 1930 que o levou a presidência do Brasil, a ascensão, a ditadura do Estado Novo, a queda em 1945 com sua deposição, o retorno nos braços do povo nas eleições de 1950 e o trágico fim com um tiro no peito.

Brado Retumbante – Paulo Markun

“O que levou o Brasil a abandonar a trilha da democracia, em março de 1964, sem maiores tumultos? Quais personagens e setores ousaram se opor ao novo regime? Quando e como foi desenhada a face mais dura, que se materializou no AI-5? Em dois volumes de leitura ágil e envolvente, Brado Retumbante é o maia abrangente painel da história contemporânea do país.”

Agosto – Rubem Fonseca

“Os turbulentos acontecimentos políticos de agosto de 1954 no Rio de Janeiro, capital da República, são o ponto de partida de um dos maiores sucessos de Rubem Fonseca. Alberto Mattos, comissário de polícia, tenta desvendar o assassinato de um empresário no edifício Deauville, enquanto é planejado o atentado frustrado contra o jornalista Carlos Lacerda, opositor de Getúlio Vargas, no Palácio do Catete. Nos dias que antecederam o suicídio de Getúlio Vargas, Rubem Fonseca – em seu quinto romance – relata e relaciona os dois episódios, mesclando com maestria realidade e ficção”.

Triste Fim de Policarpo Quaresma – Lima Barreto

“Publicado inicialmente em folhetins no ano de 1911, Triste fim de Policarpo Quaresma é um romance do período do Pré-Modernismo brasileiro. Por meio da vida tragicômica do major Quaresma, um nacionalista fanático, ingênuo e idealista. A obra fala do abismo existente entre as pessoas idealistas e aquelas que se preocupam apenas com seus interesses e com sua vida comum. Com uma narrativa leve que em alguns pontos chega a ser cômica, mas sempre salpicada de pequenas críticas a vários aspectos da sociedade, Lima Barreto revela as estruturas sociais e políticas do Brasil da Primeira República, enfocando os fatos históricos do governo de Floriano Peixoto.”

3 – APRENDER UM NOVO IDIOMA OU ESTUDAR A LÍNGUA PORTUGUESA

Em período em que falta de tempo não tem sido problema, que tal se dedicar a aprender um novo idioma? Opções não faltam. Inglês, espanhol, francês, italiano, alemão, japonês, russo… E que tal estudar a nossa própria língua portuguesa? São várias as opções de estudo, seja utilizando livros físicos, ebooks ou assistindo a vídeos ou aulas on-line. Não perca tempo!

4 – FAZER CURSOS ON-LINE

Sabe aquele curso que você vem adiando há tempos? Então, chegou a hora. Não há desculpa para não buscar conhecimento e se gabaritar em determinada área, seja com interesse meramente de realização pessoal ou para uso no trabalho após o fim do isolamento social. Não importa. O importante é não ficar parado e buscar conhecimento.

5 – SE DEDICAR AINDA MAIS A FAMÍLIA E AO SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

A rotina do dia a dia muitas vezes nos impede de nos dedicar aos familiares e ao nosso animal de estimação, não é verdade? Que tal aproveitar este período para ficar mais junto dos familiares?

6 – MANTER UMA ROTINA DE CONTATO VIA WEB COM FAMILIARES E AMIGOS QUE ESTÃO DISTANTES

Falando em rotina, para quem está isolado em casa os dias estão bem iguais. A quebra dos afazeres cotidianos, que envolvem muitas atividades na rua, faz com que a gente perca um pouco a noção do tempo e se desorganize. Mas que tal organizar melhor a rotina e aproveitar para estreitar os laços com familiares e amigos que estão distantes? A internet está ao nosso dispor para isso. Telefonemas, WhatsApp, Skype, Facebook, enfim. Há diversas formas de continuar ligado a quem amamos, mesmo fisicamente distantes em tempos de Covid-19. 

Agenda

Newsletter