Notícias

DIREITOS FUNCIONAIS

SINTE e SEEC discutem demandas da rede estadual de educação

2.443

15 Aug 2014

Na tarde dessa quinta-feira (14) a direção do SINTE/RN se reuniu com a SEEC para discutir os assuntos relativos a rede estadual de educação. Na reunião foram debatidos tais pontos:

1. Pagamento da gratificação dos diretores e vice-diretores de escola (retroativo)

A SEEC negou a dívida e disse que o pagamento está sendo feito normalmente. Caso alguém não tenha recebido informar ao RH.

2. Pagamento aos professores referente às horas extras e seu retroativo

A SEEC informou que a ordem de pagamento está na secretaria de administração.

Horas suplementares: A secretaria disse que estas horas estão sendo pagas e quem não estiver recebendo deve se dirigir a direção da escola e cobrar que seja implantado no sistema.

3. Publicação e pagamento das promoções verticais dos educadores de acordo com requerimentos

A SEEC disse que não saldou está dívida devido a problemas financeiros.

4. Publicação e pagamento dos abonos de permanência reprimidos

A Secretaria alegou problemas financeiros.

5. Concessão de licenças prêmios, licenças para cursos

Para quem estiver há dois anos da aposentaria foi dada a ordem de ser concedida de imediato. No momento as licenças para curso estão suspensas e sem prazo para retornar.

6. Pagamento de duas letras aos profissionais da educação

O Governo Alegou dificuldades financeiras, entretanto se propôs a sentar para fazer a regulamentação do processo de avaliação.

7. Convocação de concursados (Componentes Curriculares e Suporte Pedagógico para preenchimento dos cargos em vacância na rede estadual)

Segundo a SEEC, todos os concursados já foram chamados. Ficou acordado que um relatório será enviado para o SINTE/RN.

8. Pagamento com efeito retroativo aos profissionais do ensino fundamental que continuam ministrando as horas extras

A SEEC negou esta dívida e disse que aqueles que não estão recebendo devem procurar os diretores de escola para informar a SEARH.

9. Pagamento dos quinquênios reprimidos

A SEEC disse que está sendo dada agilidade ao pagamento.

10. Rediscutir a grade curricular da rede
A SEEC falou que há uma dificuldade de implantar, pois os custos do material didático são altos, não se encaixando no orçamento do FNDE.

11. Pagamento dos 1/3 de hora atividade aos profissionais do turno noturno

A SEEC disse desconhecer este direito.

DIREITOS FUNCIONAIS

SINTE e SEEC discutem demandas da rede estadual de educação

2.443

15 Aug 2014

Na tarde dessa quinta-feira (14) a direção do SINTE/RN se reuniu com a SEEC para discutir os assuntos relativos a rede estadual de educação. Na reunião foram debatidos tais pontos:

1. Pagamento da gratificação dos diretores e vice-diretores de escola (retroativo)

A SEEC negou a dívida e disse que o pagamento está sendo feito normalmente. Caso alguém não tenha recebido informar ao RH.

2. Pagamento aos professores referente às horas extras e seu retroativo

A SEEC informou que a ordem de pagamento está na secretaria de administração.

Horas suplementares: A secretaria disse que estas horas estão sendo pagas e quem não estiver recebendo deve se dirigir a direção da escola e cobrar que seja implantado no sistema.

3. Publicação e pagamento das promoções verticais dos educadores de acordo com requerimentos

A SEEC disse que não saldou está dívida devido a problemas financeiros.

4. Publicação e pagamento dos abonos de permanência reprimidos

A Secretaria alegou problemas financeiros.

5. Concessão de licenças prêmios, licenças para cursos

Para quem estiver há dois anos da aposentaria foi dada a ordem de ser concedida de imediato. No momento as licenças para curso estão suspensas e sem prazo para retornar.

6. Pagamento de duas letras aos profissionais da educação

O Governo Alegou dificuldades financeiras, entretanto se propôs a sentar para fazer a regulamentação do processo de avaliação.

7. Convocação de concursados (Componentes Curriculares e Suporte Pedagógico para preenchimento dos cargos em vacância na rede estadual)

Segundo a SEEC, todos os concursados já foram chamados. Ficou acordado que um relatório será enviado para o SINTE/RN.

8. Pagamento com efeito retroativo aos profissionais do ensino fundamental que continuam ministrando as horas extras

A SEEC negou esta dívida e disse que aqueles que não estão recebendo devem procurar os diretores de escola para informar a SEARH.

9. Pagamento dos quinquênios reprimidos

A SEEC disse que está sendo dada agilidade ao pagamento.

10. Rediscutir a grade curricular da rede
A SEEC falou que há uma dificuldade de implantar, pois os custos do material didático são altos, não se encaixando no orçamento do FNDE.

11. Pagamento dos 1/3 de hora atividade aos profissionais do turno noturno

A SEEC disse desconhecer este direito.

  • Ricardo de Oliveira Ramos

    Olá pessoal, como é que pode o estado afirmar que chamou todos os concursados do ultimo concurso, se eu próprio passei e não fui chamado, como também conheço diversos colegas que estão na mesma situação na qual mim encontro. Só frisando, passei tanto pra efetivo, como também pra professor temporário, portanto, não fui chamado pra nenhum dos dois. E ainda engoli diversas mentiras hipócritas deste governo.

  • Rosilda Lucas Lima

    MUITO ENGRAÇADO A SEEC-RN DESCONHECER O IREITO DOS PROFESSORES NOTURNOS EM RECEBER PELA HORA ATIVIDADE OU TER DIREITO AO DIA DE PLANEJAMENTO, POIS A LEI DO PISO NÃO TRAZ NADA DIZENDO QUE O TURNO NOTURNO NÃO TEM DIREITO AO 1/3. SE A LEI NÃO DETERMINA ISSO TEMOS DIREITO SIM, UMA VEZ QUE, NÃO TEMOS CULPA SE O ENSINO NOTURNO É DIFERENCIADO. QUEREMOS O QUE É NOSSO DE DIREITO, POIS ESTÁ NA LEI DO PISO SALARIAL DOS PROFESSORES. POR QUE É TÃO DIFÍCIL CUMPRIR AS LEIS???????

    • SINTE/RN

      Com certeza professora. Essa é uma estratégia para dividir a classe e enquadrar os servidores. Para o SINTE, não existe professor diurno ou noturno, ou do Ensino Fundamental, ou da Educação Infantil, ou do Ensino Médio, ou da EJA… O que existe é PROFESSORA E PROFESSOR.

  • Janilson Filho

    Isso é um absurdo! Como eles podem alegar que chamaram todos os
    concursados, se há vários aprovados dentro das vagas, como eu, que ainda
    não foram chamados?
    Segunda-feira estarei entrando em contato com
    um advogado, levando as informações recolhidas durante esses mais de 2
    anos de homologação do concurso, as nomeações tornadas sem efeito e as
    reclassificações, que comprovam que para o cargo que passei há vagas,
    mas que o governo se nega a convocar.
    Só para terem uma ideia,
    fiquei na 69ª colocação para Suporte Pedagógico no Polo II, de 190 vagas
    disponíveis. Chamaram até o 68º colocado. Entre esses convocações,
    ocorreram 3 reclassificações e 4 nomeações tornadas sem efeito. Isso
    totalizam 7 vagas não ocupadas, o que, na lógica, deveria convocar mais
    aprovados da lista e dar o direito de 7 vagas para os suplentes.
    Enquanto isso, eu vejo uma declaração dessa e vejo o nível de
    desrespeito que esse governo tem com alguns profissionais que passaram
    nesse concurso e ainda esperam o bom senso e boa vontade do governo de
    convocá-los.

  • Queiroz

    Interessante como esse Governo e a Secretária de Estado da Educação entram em contradição entre o que discursam e as ações que praticam. Na última greve a Sr. Betânia Ramalho, deu entrevista coletiva aos canais de TV locais, deixando claro a preocupação do Estado em priorizar a Formação dos profissionais da Educação, inclusive externou que para os cursos de Mestrado e Doutorado, o Estado iria conceder Licença para os profissionais frequentarem e obterem a qualificação necessária, desde que os cursos fossem feitos em instituições públicas como: UERN, UFRN, IFRN etc. agora suspende as Licenças sem tempo para conceder?!!! Estranho!? Não acham!?? Como se diz uma coisa e se age ao contrário?

  • Alessandro Maia

    Que piada, quanto aos concursados de Filosofia não foram chamados nem sequer 10%, essa é uma grande inverdade e o tempo vai mostrar seja pela verificação do nosso sindicato, seja pelos Procedimento Preparatório n° 06.2014.00002139-3 e pela Ação Civil Pública n° 0803495-33.2013.8.000, ou ainda com processos judiciais individuais ou coletivos que podem ser propostos pelos concursados ou pelo Sinte respectivamente.

    • SINTE/RN

      É verdade… Entretanto, juridicamente, o Sinte não pode representar os concursados pois ainda não estão no exercício… Mas acompanha e a ação movida pelo MP… Que inclusive é fruto das várias denuncias públicas feitas pelo Sinte…

  • Alessandro Maia

    Exemplo claro que não precisa ir pedir informações a SEEC para confirmar, fazem 43 anos que não há concurso para professores de filosofia, no polo ii foram chamados 8 das 80 vagas, sou o 12 que história é essa de que chamaram todos? Por favor Sinte, tome atitude e não fique passivo nessa relação são 2 anos e ainda esperam que a SEEC de as informações, eles não deram nem para o MPRN acha que vão responder antes do fim do governo colegas?

    • SINTE/RN

      O Sinte em momento algum foi pedir informações à SEEC. O Sinte foi discutir demandas da educação e pressionar para que sejam cumpridas… A nossa Luta é permanente e não transigimos na defesa dos direitos da categoria,

  • Luciano Ferreira

    É uma palhaçada, passei na 56º colocação para geografia polo II, e eram 62 vagas e só convocaram 51 aprovados, ou eu não sei fazer contas ou a secretária mais uma vez está com mentiras.

    • SINTE/RN

      Realmente. As informações da SEEC divergem daquelas disponibilizadas nas publicações dos diários oficiais…

  • Pingback: Em nota do SINTE/RN governo afirma que já chamou e nomeou todos os aprovados do concurso do magistério de 2011 | Rádio Cirandeira

  • Fábio Alves

    Está tudo errado: A minha esposa, que está diretora, tem quatro meses de gratificação à receber. Diante dessa situação, o governo só enrola. Eu passei em 20º colocação para História Pólo V. Que eu saiba, só foram chamados 15. Que governo…! Espero que o SINTE não fique só ouvindo a conversa fiada desse governo

    • SINTE/RN

      O Sinte, além de não ficar somente ouvindo, desenvolve ações para fazer valer os direitos da categoria. Ex: foi a greve última que garantiu uma grande melhora na gratificação dos diretores e vice-diretores… Entretanto o governo nos golpeia sempre com estratégias protelatórias. Ex: Plano de Carreira dos servidores; Gratificação retroativa dos gestores; Quinquênios; Promoções; Horas suplementares etc. A luta continua sempre viva. É preciso termos consciência de que o papel do sindicato é articular, organizar, pressionar, denunciar, acionar juridicamente, com tem feito para a convocação dos concursados… O papel de executar é do governo que, infelizmente, não valoriza os servidores.

  • Hugo Câmara

    Boa noite. Gostaria de saber que aspectos estão sendo (ou pretendem ser) rediscutidos na grade curricular da rede.

    • SINTE/RN

      Caro Hugo, o que o Sinte levou ao governo foi a discordância do Sindicato e da categoria,sobretudo com as mudanças que eles fizeram no Ensino Médio diferenciado e na EJA que, exige do professor a presença dos 05 dias em sala de aula, o que, na prática, desrespeita o direito desses professores ao terço de horas atividades.

  • Cesar

    Gostaria de saber a base legal que o governo do estado utilizou para implantar alterações na grade curricular. Pois diminuiu para 2 aulas de geografia no ensino fundamental e alterou, também, a grade curricular de ciências e história.

    • SINTE/RN

      É exatamente este questionamento que o Sinte tem feito ao governo. Para o Sindicato, a SEEC se aproveitou da obrigatoriedade de implatar o terço de horas atividades para fazer mudanças unilaterais eque não expressam nenhuma preocupação com o aluno e não tão pouco com a vida funcional do professor.

  • MARDEN DANTAS

    Gostaria de saber da SEEC como “todos” os concursados de 2011 foram convocados, se eu fui aprovado no concurso e não convocado? MARDEN DANTAS DA SILVA, LÍNGUA PORTUGUESA. E que o SINTE/RN está fazendo com relação a isso?

    • SINTE/RN

      Ainda este ano Sinte realizou reunião no sindicato com concursados. Pressionou o governo e conseguiu com que o governo realizasse algumas convocações, ainda insuficientes. Por isso a luta tem que continuar.

    • SINTE/RN

      O Sinte não só está fazendo como sempre fez: pressionar o governo e atuar junto ao Ministério Publico, articular os concursados para ações jurídicas.

  • MARDEN DANTAS

    O que nós concursados e professores iniciantes do Estado devemos questionar é:

    fiz em Pernambuco o concurso pra professor do Estado/PE, e recebi a convocação via telegrama no endereço de Natal/RN, porque aqui a convocação só se dá só via Diário Oficial, sem emissão de correspondências;

    acabar com essa história de que os professores iniciantes terem que passar mais de seis meses pra receber os salários, as justificativas são infundadas, e inaceitáveis no século XXI, onde vivenciamos a era da informática.

  • MARDEN DANTAS

    Devemos questionar mais vagas para as áreas de Filosofia, Sociologia, Psicologia, Serviço Social, Odontologia, Oftalmologia…educação séria se faz com seriedade, não podemos conceber serviços educacionais de qualidade sem esses profissionais.

  • MARDEN DANTAS

    Estudei em Recife/PE em uma Escola em que o Diretor era PHD em Filosofia, e nós estudávamos Filosofia desde o quinto ano, correspondente hoje ao sexto ano do Fundamental II, em uma sociedade em que os cidadãos não são cabeças pensantes e questionadoras, são facilmente manipuladas pelo sistema, lembrem-se que o sistema ditatorial executou como medida preventiva a extinção do ensino de Filosofia nas Escolas e Universidades do Brasil. PENSEM, REFLITAM A RESPEITO!

Agenda

Newsletter