Notícias

ASSEMBLEIA

Trabalhadores em Educação debatem conjunturas local e nacional e recordam Paulo Freire

318

20 Sep 2019

Durante Assembleia, categoria repudia título de cidadão natalense do ministro Paulo Guedes e se coloca contrária à proposta da Câmara Municipal em oferecer o mesmo título ao senador Eduardo Bolsonaro

Trabalhadores em Educação da rede pública, do Estado e do Município do Natal, participaram de Assembleia Unificada na manhã desta sexta-feira (20/09). A atividade, convocada pelo SINTE/RN, teve como pontos de pauta a conjuntura local e nacional, bem como as campanhas salariais. Reunidos em Assembleia, professores e funcionários recordaram e homenagearam o educador, filósofo, Patrono da Educação Brasileira e também do SINTE, Paulo Freire. Em oposição, repudiaram o título de cidadão natalense do ministro Paulo Guedes, aprovado pela Câmara Municipal do Natal no último dia 12.

A Assembleia contou com boa adesão da categoria e entre os temas debatidos figuraram os ataques do governo Bolsonaro, em especial os ataques à educação. Entre as deliberações, a categoria definiu que em 02 de outubro será realizada uma nova assembleia unificada em apoio a luta dos estudantes, uma vez que nessa data haverá atos organizados pelo movimento estudantil em todo o país em defesa da educação, da liberdade de expressão e da organização dos estudantes, da pós-graduação, da ciência e da tecnologia, das universidades e pelo fim da intervenção nas organizações estudantis.

Também nessa manhã, foi definido que em outubro serão realizadas duas assembleias, sendo uma da Rede Estadual e outra da Rede Municipal (Natal). A data será divulgada posteriormente, mas existe previsão de que a Assembleia dos educadores de Natal ocorra em 10/10, no período da tarde.  

Confira as deliberações gerais da Assembleia:

  1. Apoio a luta dos estudantes no dia 02/10/2019, com realização de Assembleia unificada.
  2. Moção de solidariedade aos educadores/as colombianos/as e entidades sindicais que estão sob ameaça.
  3. Moção de solidariedade ao MST e ao Centro de Formação Paulo Freire.
  4. Promoção de debate em sala de aula sobre a importância da Floresta Amazônia para o planeta.
  5. Realização de trabalhos em sala de aula com o tema da vida e obra de Paulo Freire e de como o governo federal vem atacando esse pensador, suas ideias e trajetória.
  6. Debate sobre os representantes de escolas por turno e sua importância política, convocando o SINTE para formalização das escolhas.
  7. Realização de assembleias específicas para aprofundar a luta.
  8. Aprovação de atividades alusivas aos 30 anos do Sindicato, entre setembro e dezembro de 2019.
  9. Substituição do diretor de Relações Sindicais e Interior, com a saída de Milton Urbano Aires e a chegada de Gustavo Henrique Araújo, membro do conselho fiscal.

ASSEMBLEIA

Trabalhadores em Educação debatem conjunturas local e nacional e recordam Paulo Freire

318

20 Sep 2019

Durante Assembleia, categoria repudia título de cidadão natalense do ministro Paulo Guedes e se coloca contrária à proposta da Câmara Municipal em oferecer o mesmo título ao senador Eduardo Bolsonaro

Trabalhadores em Educação da rede pública, do Estado e do Município do Natal, participaram de Assembleia Unificada na manhã desta sexta-feira (20/09). A atividade, convocada pelo SINTE/RN, teve como pontos de pauta a conjuntura local e nacional, bem como as campanhas salariais. Reunidos em Assembleia, professores e funcionários recordaram e homenagearam o educador, filósofo, Patrono da Educação Brasileira e também do SINTE, Paulo Freire. Em oposição, repudiaram o título de cidadão natalense do ministro Paulo Guedes, aprovado pela Câmara Municipal do Natal no último dia 12.

A Assembleia contou com boa adesão da categoria e entre os temas debatidos figuraram os ataques do governo Bolsonaro, em especial os ataques à educação. Entre as deliberações, a categoria definiu que em 02 de outubro será realizada uma nova assembleia unificada em apoio a luta dos estudantes, uma vez que nessa data haverá atos organizados pelo movimento estudantil em todo o país em defesa da educação, da liberdade de expressão e da organização dos estudantes, da pós-graduação, da ciência e da tecnologia, das universidades e pelo fim da intervenção nas organizações estudantis.

Também nessa manhã, foi definido que em outubro serão realizadas duas assembleias, sendo uma da Rede Estadual e outra da Rede Municipal (Natal). A data será divulgada posteriormente, mas existe previsão de que a Assembleia dos educadores de Natal ocorra em 10/10, no período da tarde.  

Confira as deliberações gerais da Assembleia:

  1. Apoio a luta dos estudantes no dia 02/10/2019, com realização de Assembleia unificada.
  2. Moção de solidariedade aos educadores/as colombianos/as e entidades sindicais que estão sob ameaça.
  3. Moção de solidariedade ao MST e ao Centro de Formação Paulo Freire.
  4. Promoção de debate em sala de aula sobre a importância da Floresta Amazônia para o planeta.
  5. Realização de trabalhos em sala de aula com o tema da vida e obra de Paulo Freire e de como o governo federal vem atacando esse pensador, suas ideias e trajetória.
  6. Debate sobre os representantes de escolas por turno e sua importância política, convocando o SINTE para formalização das escolhas.
  7. Realização de assembleias específicas para aprofundar a luta.
  8. Aprovação de atividades alusivas aos 30 anos do Sindicato, entre setembro e dezembro de 2019.
  9. Substituição do diretor de Relações Sindicais e Interior, com a saída de Milton Urbano Aires e a chegada de Gustavo Henrique Araújo, membro do conselho fiscal.

Agenda

Newsletter