Notícias

NATAL

Em carta à SME, professores temporários de Natal cobram pagamento

8 Jun 2020

Os professores temporários da Rede Municipal de Natal que ingressaram em março enviaram carta à Secretária de Educação cobrando o pagamento de seus salários. No texto, os profissionais apontam que estão há três sem receber um centavo, embora tenham assinado contrato com a Secretaria Municipal de Educação (SME). Eles cobram da Secretária a assinatura do processo para que ocorra a imediata liberação do dinheiro.

A direção do SINTE/RN aponta que, tão logo a pandemia do novo Coronavírus se encerre, as aulas na rede serão repostas. Também alerta que os contratos com os professores estão ativos. Por isso, eles têm o direito de receber seus salários. Leia a carta abaixo.

Carta à Secretária de Educação de Natal

Prezada senhora Secretária de Educação do Município de Natal, Cristina Diniz Barreto de Paiva, nós Professores Temporários, que entramos no mês de março de 2020 e que iniciamos nossas atividades (em sala de aula) junto aos estudantes nas unidades escolares da Rede Pública de Ensino do referido município, vimos por meio desta, mostrar nossa total indignação mediante o não pagamento de nossos salários até o presente momento.

Ressaltamos que como trabalhadores que somos, dependemos dos nossos salários para pagar nossas contas. Além disso, tivemos gastos extras ao entrar nesse seletivo, realizando os vários exames de saúde solicitados, o que prontamente fizemos, por acreditar no retorno financeiro, fruto do nosso trabalho. Ressalta-se que muitos, por choques de horários, deixaram seus empregos em outras redes públicas e privadas de ensino para assumir o cargo de professor temporário do município de Natal.

Assim, essa situação coloca muitos trabalhadores numa situação de vulnerabilidade e desespero frente a impossibilidade de honrar seus compromissos financeiros. Salienta-se, ainda, que muitos de nós estão dando suporte aos seus alunos através de grupos do Whatsapp e outros meios de comunicação, via internet, não deixando assim que estes fiquem distantes dos conteúdos escolares, mesmo que seja por meio de aulas não presenciais.

Temos consciência de que vivemos um momento delicado, de muita dificuldade na saúde pública causada pela pandemia, no entanto, não podemos ser culpabilizados por uma realidade que foge ao nosso controle. Assinamos o nosso contrato e estamos à disposição das nossas escolas para o trabalho.

Diante de tudo, se faz necessário que seja dado celeridade ao justo pagamento de nosso salário, pois o processo já tramitou desde a assinatura do contrato até chegar a SEMAD, restando apenas sua efetivação na implementação da folha.

No mais, reiteramos nosso compromisso para com o município em prol de nossos estudantes e que assim, tudo possa ser agilizado para que possamos receber nossos salários agora no final de mês junho, já que as dívidas só crescem por não estarmos recebendo o que nos é devido. Socorra-nos!!

Atenciosamente,

Professores do Seletivo, com posse no mês de março de 2020

NATAL

Em carta à SME, professores temporários de Natal cobram pagamento

8 Jun 2020

Os professores temporários da Rede Municipal de Natal que ingressaram em março enviaram carta à Secretária de Educação cobrando o pagamento de seus salários. No texto, os profissionais apontam que estão há três sem receber um centavo, embora tenham assinado contrato com a Secretaria Municipal de Educação (SME). Eles cobram da Secretária a assinatura do processo para que ocorra a imediata liberação do dinheiro.

A direção do SINTE/RN aponta que, tão logo a pandemia do novo Coronavírus se encerre, as aulas na rede serão repostas. Também alerta que os contratos com os professores estão ativos. Por isso, eles têm o direito de receber seus salários. Leia a carta abaixo.

Carta à Secretária de Educação de Natal

Prezada senhora Secretária de Educação do Município de Natal, Cristina Diniz Barreto de Paiva, nós Professores Temporários, que entramos no mês de março de 2020 e que iniciamos nossas atividades (em sala de aula) junto aos estudantes nas unidades escolares da Rede Pública de Ensino do referido município, vimos por meio desta, mostrar nossa total indignação mediante o não pagamento de nossos salários até o presente momento.

Ressaltamos que como trabalhadores que somos, dependemos dos nossos salários para pagar nossas contas. Além disso, tivemos gastos extras ao entrar nesse seletivo, realizando os vários exames de saúde solicitados, o que prontamente fizemos, por acreditar no retorno financeiro, fruto do nosso trabalho. Ressalta-se que muitos, por choques de horários, deixaram seus empregos em outras redes públicas e privadas de ensino para assumir o cargo de professor temporário do município de Natal.

Assim, essa situação coloca muitos trabalhadores numa situação de vulnerabilidade e desespero frente a impossibilidade de honrar seus compromissos financeiros. Salienta-se, ainda, que muitos de nós estão dando suporte aos seus alunos através de grupos do Whatsapp e outros meios de comunicação, via internet, não deixando assim que estes fiquem distantes dos conteúdos escolares, mesmo que seja por meio de aulas não presenciais.

Temos consciência de que vivemos um momento delicado, de muita dificuldade na saúde pública causada pela pandemia, no entanto, não podemos ser culpabilizados por uma realidade que foge ao nosso controle. Assinamos o nosso contrato e estamos à disposição das nossas escolas para o trabalho.

Diante de tudo, se faz necessário que seja dado celeridade ao justo pagamento de nosso salário, pois o processo já tramitou desde a assinatura do contrato até chegar a SEMAD, restando apenas sua efetivação na implementação da folha.

No mais, reiteramos nosso compromisso para com o município em prol de nossos estudantes e que assim, tudo possa ser agilizado para que possamos receber nossos salários agora no final de mês junho, já que as dívidas só crescem por não estarmos recebendo o que nos é devido. Socorra-nos!!

Atenciosamente,

Professores do Seletivo, com posse no mês de março de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda

Newsletter