Notícias

NATAL

Promessa do prefeito de Natal em rádio local se aproxima dos 20 dias sem cumprimento

11 Jun 2020

Há quase 20 dias o prefeito de Natal Álvaro Dias disse em uma rádio local ter uma proposta para pagar o Piso Salarial 2020 dos professores. Porém, até o fechamento desta matéria o município não apresentou uma data para audiência virtual com o SINTE/RN a fim de discutir a questão. Na entrevista em 25 de maio, o Chefe do Executivo afirmou: “Nós estamos aguardando aí o sindicato pra conversar sobre isso, pra dialogar. E nós pretendemos adotar o mesmo procedimento que foi adotado pelo Governo do Estado e acatado pelo sindicato. Então nós vamos discutir e chegar a um bom termo. A nossa pretensão é essa”. Assista ao vídeo AQUI.

Dia 1º de junho o município prometeu convocar uma audiência para esta semana e em 04 de junho reafirmou seu propósito. A promessa foi feita por telefone durante ligação da coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, ao Gabinete da Secretária Municipal de Educação (SME) e ao Gabinete Institucional da SME, respectivamente.

O Sindicato exige que a nova proposta para quitar a correção de 12,84% contenha a paridade e integralidade entre ativos e aposentados e o retroativo. Também pede o pagamento dos passivos dos pisos de 2017/18 que a Prefeitura deve aos aposentados

LUTA PELO PISO SE ARRASTA DESDE JANEIRO

Desde janeiro o SINTE/RN tem buscado da Prefeitura o pagamento do Piso, mas sem sucesso. As poucas audiências que aconteceram antes da pandemia da Covid-19 não trouxeram resultados.

Em fevereiro, de forma não oficial, a secretária de educação, Cristina Diniz, apresentou uma proposta que não contemplava a totalidade da correção. A proposição foi mostrada aos professores em assembleia. Classificada como inaceitável, a categoria a rejeitou e se preparou para entrar greve. Dias depois a ideia foi abortada em virtude dos protocolos de saúde do novo Coronavírus.

Diante da pandemia o SINTE/RN teve que fechar sua sede estadual. No dia anterior ao fechamento, em 17 de março, a Prefeitura finalmente mandou a proposta oficializada. Conforme antecipada pela Secretária anteriormente, o texto propunha 6,22%, que não chega à metade da correção de 12,84%, e não falava em retroativo para os aposentados. De imediato a direção da entidade informou que os professores tinham rejeitado a proposta e buscou manter o diálogo virtualmente.

De março para cá, o Sindicato reiteradas vezes tem buscado uma audiência online. No entanto, não vem sendo levado a sério. No meio desta pandemia a Secretária de Educação de Natal chegou a retirar a única proposta feita pelo município para quitar o Piso, embora a proposição já tivesse sido rejeitada pelo conjunto dos professores.

NATAL

Promessa do prefeito de Natal em rádio local se aproxima dos 20 dias sem cumprimento

11 Jun 2020

Há quase 20 dias o prefeito de Natal Álvaro Dias disse em uma rádio local ter uma proposta para pagar o Piso Salarial 2020 dos professores. Porém, até o fechamento desta matéria o município não apresentou uma data para audiência virtual com o SINTE/RN a fim de discutir a questão. Na entrevista em 25 de maio, o Chefe do Executivo afirmou: “Nós estamos aguardando aí o sindicato pra conversar sobre isso, pra dialogar. E nós pretendemos adotar o mesmo procedimento que foi adotado pelo Governo do Estado e acatado pelo sindicato. Então nós vamos discutir e chegar a um bom termo. A nossa pretensão é essa”. Assista ao vídeo AQUI.

Dia 1º de junho o município prometeu convocar uma audiência para esta semana e em 04 de junho reafirmou seu propósito. A promessa foi feita por telefone durante ligação da coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, ao Gabinete da Secretária Municipal de Educação (SME) e ao Gabinete Institucional da SME, respectivamente.

O Sindicato exige que a nova proposta para quitar a correção de 12,84% contenha a paridade e integralidade entre ativos e aposentados e o retroativo. Também pede o pagamento dos passivos dos pisos de 2017/18 que a Prefeitura deve aos aposentados

LUTA PELO PISO SE ARRASTA DESDE JANEIRO

Desde janeiro o SINTE/RN tem buscado da Prefeitura o pagamento do Piso, mas sem sucesso. As poucas audiências que aconteceram antes da pandemia da Covid-19 não trouxeram resultados.

Em fevereiro, de forma não oficial, a secretária de educação, Cristina Diniz, apresentou uma proposta que não contemplava a totalidade da correção. A proposição foi mostrada aos professores em assembleia. Classificada como inaceitável, a categoria a rejeitou e se preparou para entrar greve. Dias depois a ideia foi abortada em virtude dos protocolos de saúde do novo Coronavírus.

Diante da pandemia o SINTE/RN teve que fechar sua sede estadual. No dia anterior ao fechamento, em 17 de março, a Prefeitura finalmente mandou a proposta oficializada. Conforme antecipada pela Secretária anteriormente, o texto propunha 6,22%, que não chega à metade da correção de 12,84%, e não falava em retroativo para os aposentados. De imediato a direção da entidade informou que os professores tinham rejeitado a proposta e buscou manter o diálogo virtualmente.

De março para cá, o Sindicato reiteradas vezes tem buscado uma audiência online. No entanto, não vem sendo levado a sério. No meio desta pandemia a Secretária de Educação de Natal chegou a retirar a única proposta feita pelo município para quitar o Piso, embora a proposição já tivesse sido rejeitada pelo conjunto dos professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda

Newsletter