Notícias

INTERIOR

SINTE/RN e SINDMAT se unem na luta em prol do Piso 2020 dos/as professores/as de Santana do Matos

22 Jul 2020

O SINTE/RN e o Sindicato dos Servidores Públicos de Santana do Matos (SINDMAT) estão unidos para lutar em defesa do Piso Salarial 2020 dos professores do município, que fica a 191 quilômetros de Natal. A exemplo do que acontece na capital, a prefeita de Santana dos Matos, Maria Alice Silva, vem se negando a conceder o reajuste de 12,84% aos profissionais do magistério, como determina a Lei 738/2008.

A luta começou em janeiro, mas até agora nenhuma proposta foi apresentada. Dirigentes do SINDMAT relatam que a gestão municipal se recusa a dialogar sobre a questão e a área econômica alega não dispor de recursos para conceder o reajuste.

Diante da situação, o Sindicato dos Servidores Públicos de Santana do Matos tomou a iniciativa e propôs à Prefeitura pagar o Piso em quatro parcelas, deixando o retroativo para ser quitado em outro momento. Em resposta, o município repetiu a alegação de que não pode pagar o que deve.

Por isso, o SINDMAT, apoiado pelo SINTE/RN, vai acionar a Justiça em busca do cumprimento do direito garantido por lei.

INTERIOR

SINTE/RN e SINDMAT se unem na luta em prol do Piso 2020 dos/as professores/as de Santana do Matos

22 Jul 2020

O SINTE/RN e o Sindicato dos Servidores Públicos de Santana do Matos (SINDMAT) estão unidos para lutar em defesa do Piso Salarial 2020 dos professores do município, que fica a 191 quilômetros de Natal. A exemplo do que acontece na capital, a prefeita de Santana dos Matos, Maria Alice Silva, vem se negando a conceder o reajuste de 12,84% aos profissionais do magistério, como determina a Lei 738/2008.

A luta começou em janeiro, mas até agora nenhuma proposta foi apresentada. Dirigentes do SINDMAT relatam que a gestão municipal se recusa a dialogar sobre a questão e a área econômica alega não dispor de recursos para conceder o reajuste.

Diante da situação, o Sindicato dos Servidores Públicos de Santana do Matos tomou a iniciativa e propôs à Prefeitura pagar o Piso em quatro parcelas, deixando o retroativo para ser quitado em outro momento. Em resposta, o município repetiu a alegação de que não pode pagar o que deve.

Por isso, o SINDMAT, apoiado pelo SINTE/RN, vai acionar a Justiça em busca do cumprimento do direito garantido por lei.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Agenda

Newsletter